Posts Tagged ‘Caixas’

Caixa relâmpago…

Domingo, Março 15th, 2009

… ou nem tanto: esta caixa de origami modular é dobrada com oito quadrados (4 para a caixa e 4 para a tampa),  e se a dobragem de cada um dos módulos não é simples, o encaixe destes para formar cada uma das partes tem um pouco de quebra-cabeças.

A caixa da imagem foi dobrada a partir de quadrados dos que se usam na secretária para anotações (cerca de 8,5 cm x 8,5 cm), e depois de pronta ficou com cerca de 4,8 cm de lado e 2,5 de altura – total da caixa com a tampa colocada.

Tomoko Fuse deu-lhe este nome no livro Origami Boxes publicado pela Chikuma Shobo Publishing Co no Japão. Publicado pela primeira vez em 1989, atingiu em 2007 a 13ª edição!

Esta é uma das muitas caixas modulares criadas por Tomoko, uma origamista japonesa grande  especialista em origami modular.

T-Lightn1

Tomoko Fuse - Caixa Lightning

T-Lightning2

O padrão interior da tampa (esq.) e da caixa (dir.)

Caixinha para guardar sonhos

Segunda-feira, Novembro 27th, 2006

Caixinha de sonhos

As caixas de origami são uma das minhas paixões – a par com os marcadores de livros. Esta tem a particularidade de ter sido semi-criada por mim.

A base é uma dobragem tradicional japonesa, provavelmente das mais antigas, que tem o nome de Caixa “Masu”. Para a tampa, adaptei um diagrama de Nick Robinson do livro The Encyclopedia of Origami – Quarto Publishing, Londres, 2004.
O diagrama descreve apenas a dobragem num quadrado simples, com o nome de “Twisted Paper” (à falta de tradução mais exacta, chamar-lhe-ia em português  “Espiral”, já que o papel gira sobre si mesmo para se obter o resultado final).

Admirei a perícia necessária para fazer uma simples espiral, não ousei aventurar-me às nove (em 3 filas de 3), e resolvi usá-la como decoração da tampa da caixinha.
Para realizar o modelo da foto foram usados dois quadrados de dimensões diferentes (15X15 e 18X18 cm) de papel de embrulho da Ambar.

A delicadeza da decoração e a cor de luar do papel não admitem outro nome para esta caixa que não seja “Caixinha para guardar sonhos” – sonhos de Leonor, sonhos de Madalena…